1

As novas tendências internacionais dos Gabinetes de Arquitetura: ESO  “Engineering Outsourcing Services”

 

A globalização está a fazer descentralizar os serviços de engenharia: à medida que a força de trabalho de engenharia existente envelhece e menos jovens entram no campo da engenharia em muitos países ocidentais, as empresas precisam buscar talentos, refletindo a demanda contínua por engenheiros mecânicos, químicos, elétricos,  entre outros.

Assim, a necessidade crescente dos gabinetes de arquitetura otimizarem o desenvolvimento dos seus serviços, reduzindo os custos operacionais, encurtando o tempo de entrega dos serviços, faz acelerar a tendência do outsourcing dos serviços de engenharia.

Assim, os gabinetes de arquitetura estão a utilizar os serviços terceirizados como uma das maneiras eficazes de reduzir custos e otimizar os seus lucros, aumentando a capacidade de produção.

A terceirização afeta quatro áreas principais:

  • Custo – com economia de 30% a 50% nos custos de mão de obra, aproveitando recursos de alta qualidade em locais de baixo custo.
  • Suporte do ESO. Os gabinetes ganham um parceiro para suporte técnico capacitado permanente.
  • Talento – a terceirização dá às empresas acesso a talentos experientes com conhecimento das especialidades de engenharia.
  • Gestão dos conflitos entre as várias especialidades - através da sincronização dos modelos IFC (information) dentro do BIM, é possível minimizar rapidamente as habituais colisões entre as várias especialidades.

A tendência dos gabinetes de arquitetura será adotar serviços terceirizados como parte da estratégia de crescimento da empresa conferindo às empresas a capacidade de permanecer à frente da concorrência e permanecer no caminho para o alto desempenho num desafio cada vez maior.

A seleção de um parceiro de ESO (terceirização de serviços de engenharia) é assim um aspecto importante a ser considerado ao aferir a estratégia de terceirização para o crescimento ideal do negócio.

É importante que o fornecedor ESO possua as certificações BIM das especialidades, tenha experiência na área, possua equipamentos de ponta (para mimizar os tempos de cálculo em BIM); outros critérios serão a existência de um único interlocutor para gerir as discrepâncias entre as várias especialidades e a capacidade residente para conferência remota.

Os gabinetes possuem agora a oportunidade de dedicar-se às suas funções nucleares, transferindo o trabalho de baixo custo da cadeia de valor de engenharia para fornecedores: assim terão o melhor dos dois mundos - uma pequena equipe localizada ao lado do cliente para acelerar a interação e uma equipe offshore num país de baixo custo para garantir vantagem em termos de custo.

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *